Mostrando postagens com marcador Atualidades. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Atualidades. Mostrar todas as postagens

domingo, 29 de julho de 2018

HORTA COMUNITÁRIA : MORADORES DE BAIRRO NA SUÍÇA PLANTAM SEU PRÓPRIO ALIMENTO

     Essa imagem que você está vendo abaixo é a paisagem da Avenida Crozet em Genebra na Suíça. Lá, os jardins das casas da vizinhança foram transformados em hortas comunitárias, onde, todos os vizinhos podem desfrutar dos alimentos colhidos nas plantações. 

     Funciona assim: Cada família planta determinado alimento no jardim de sua casa. Posteriormente, esses alimentos são trocados por outros alimentos plantados em jardins vizinhos. Dessa forma, através da troca, o bairro se tornou uma grande horta comunitária que oferece alimentos para todos os seus moradores.
    O conceito é antigo e foi criado pelo médico alemão Moritz Schreber no século 19. No ano de 1864, durante uma campanha para aumentar o número de áreas de lazer para as crianças em alguns bairros de países na Europa, os espaços externos das casas começaram a ganhar outro uso. Foi nessas áreas que as famílias começaram a plantar  e cultivar alimentos para seu próprio consumo. Mais tarde a ideia ganhou força e países como Áustria e Suíça também aderiram.
     Hoje, em alguns países europeus, a prática do cultivo do próprio alimento é protegida por lei. Em 2003, o governo russo assinou a Lei da Horta Privada, na qual, todo cidadão tem o direito à parcelas de terra para plantio totalmente de graça.
No Google Maps você pode encontrar a horta comunitária de Genebra.


terça-feira, 19 de junho de 2018

É VERDADE QUE A COMEMORAÇÃO DA TORCIDA DO MÉXICO NA COPA DO MUNDO DA RÚSSIA PROVOCOU UM TERREMOTO?

     O Instituto de Pesquisas Geológicas e Atmosféricas do México (IIGEA) diz que sim.
     Em sua conta no Twitter, a entidade afirmou que os milhões de torcedores apaixonados fizeram a terra tremer a ponto de sensores de atividade sísmica captarem a movimentação.
"O tremor registrado na Cidade do México começou de forma artificial. Possivelmente por saltos massivos durante o gol da seleção do México no Mundial. Pelo menos dois sensores (sísmicos) na Cidade do México o detectaram às 11h32."
     Porém essa tese é contestada por muitos sismólogos.


domingo, 10 de junho de 2018

DIFERENÇA SALARIAL ENTRE GÊNEROS


CAMPANHA BRITÂNICA: NEM DIREITA E NEM ESQUERDA

      CAMPANHA BRITÂNICA PEDE QUE POLÍTICOS 
DEIXEM DE LADO A POLARIZAÇÃO

    Com ilustrações inusitadas, uma nova campanha no Reino Unido pede que políticos deixem de lado a polarização entre direita e esquerda e adotem as melhores ideias de ambos os lados. 

     Com o slogan "uma revolução está à caminho", a campanha foi lançada pela organização britânica Aliança Economia Social.

    Juntamente com a campanha, foi lançado um manifesto com 25 propostas para atingir estes objetivos, de olho na formulação de propostas e programas partidários paras as eleições gerais britânicas de 2015.

  "Existe uma corrida no mundo para tornar negócios mais produtivos socialmente e democratizar os mercados. O Reino Unido está à frente disso em muitos aspectos, mas a noção ultrapassada de direita e esquerda fazem com que nossas políticas econômicas sejam um obstáculo para este objetivo em razão do embate entre 'Estado' e 'mercado'", diz Celia Richardson, diretora da organização.

   "Os partidos devem evitar os entraves, adotando as melhores ideias – frequentemente uma combinação de 'direita e esquerda'. Os negócios podem ser um veículo de mudança social, e mercados podem ser usados em benefício da sociedade."


Acima, a ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher aparece com a famosa boina usada pelo guerrilheiro Che Guevara. (Crédito:Divulgação/Aliança Economia Social)

O ex-presidente americano Ronald Reagan ganhou a barba e os charutos característicos do líder cubano Fidel Castro. (Crédito:Divulgação/Aliança Economia Social)

O prefeito de Londres, Boris Johnson, se confunde com a imagem do filósofo alemão Karl Marx. (Crédito:Divulgação/Aliança Economia Social)

As fotos do ex-premiê britânico Winston Churchill e do líder soviético Mikhail Gorbachev também foram fundidas em uma das imagens da campanha. (Crédito:Divulgação/Aliança Economia Social)

Fonte: BBC Brasil

quarta-feira, 23 de maio de 2018

O QUE É UMA TEMPESTADE SOLAR?

  Tempestades solares ou tempestades geomagnéticas são explosões na superfície do Sol que causam mudanças repentinas no campo magnético da Terra. Altamente carregadas, as partículas solares em forma de radiação (chamadas também de ventos solares) podem atingir o campo magnético da Terra e interromper algumas comunicações de rádio e degradar sinas de GPS. Tempestades do passado já afetaram a rede elétrica de países. No entanto, as tempestades geomagnéticas também podem causar belas auroras nos pólos. 

Imagem captada pelo astronauta americano Reid Wiseman, que está na Estação Espacial Internacional, mostra a aurora boreal sobre a Terra. 11 de setembro de 2014.

  Em média, a cada 11 anos, o Sol passa por períodos nos quais ocorrem a diminuição e o aumento de suas atividades. Nos períodos de aumento, as explosões em sua superfície levantam uma nuvem de partículas 13 vezes maior que a Terra, que é lançada para o Sistema Solar a mais de 1,6 milhão km/h. Esse fenômeno arrasta gases evaporados dos planetas, poeira meteórica e raios cósmicos de origem galáctica que podem atingir o campo magnético da Terra, momento em que provoca as tempestades geomagnéticas e alteram a intensidade e a direção do campo magnético terrestre.

Imagem captada pelo Observatório Solar da Nasa no dia 10 de setembro de 2014 mostra explosões solares.
  Partículas de alta energia liberadas pelas erupções solares podem ser tão prejudiciais aos seres humanos quanto à radiação das explosões nucleares. Portanto, se as grandes doses são fatais, as demais também podem provocar danos aos cromossomos, câncer e muitos outros problemas de saúde. Por isso, o Sol é monitorado constantemente, para que providências possam ser tomadas com antecedência contra os efeitos nocivos das tempestades geomagnéticas.

  Veja imagens captadas pela NASA das atividades solares do dia 10 de setembro de 2014.


  Um aviso antecipado de uma tempestade geomagnética permite que as distribuidoras de energia elétrica evitem danos em suas redes e que satélites, naves espaciais e astronautas possam ser protegidos. Até passageiros de aviões sofrem algum risco que, embora seja pequeno, equivale a uma dose de radiação igual a dos raios-x médicos. Nesse caso, graças ao monitoramento, a trajetória e a altitude dos voos são ajustadas, a fim de baixar as doses absorvidas por eles.

Aviso no canal de TV via satélite sobre a interferência solar no satélite. 2014.

  A tempestade solar mais poderosa registrada ocorreu em 1859 e causou assustadoras auroras boreais até mesmo na Flórida. Já entre os dias 7 e 10 de setembro de 2014 uma região magneticamente conturbada do Sol explodiu e produziu duas tempestades solares que atingiram a Terra entre os dias 11 e 12 deste mês. O Sol está atualmente no pico de seu ciclo de 11 anos, embora o nível global de atividade esteja muito menor do que o típico para um pico solar.


domingo, 20 de maio de 2018

INCLUSÃO SOCIAL

    Este esquema mostra um assunto muito discutido na sociedade atual principalmente na realidade escolar brasileira, a procura pela inclusão social dos portadores de necessidades.

Eu resumo esse assunto em uma frase:

" Viver em uma sociedade em condições igualitárias é um direito de todos"

sábado, 5 de maio de 2018

AS 10 CIDADES MAIS POLUÍDAS DO MUNDO


A partir de uma matéria da revista "Os Caminhos da Terra" de novembro de 2007 e de relatórios elaborados pela Cruz Verde Suíça e o Instituto Blacksmith, apresento-lhes as 10 cidades mais poluídas do mundo! E olha que Cubatão/SP não está nessa lista, pra se ter uma ideia da encrenca. Os campeões são os chineses e os antigos soviéticos (comunistas: sempre preocupados com o meio ambiente...).

10. Kabwe - Zâmbia
Até 1987, abrigou uma das maiores fundições de chumbo do mundo. Crianças que brincam em terras perto das extintas operações tem níveis quase letais de envenenamento. 


Kabwe - Zâmbia.


9. Chernobyl - Ucrânia
Em 1986, Chernobyl foi cenário do pior acidente nuclear da história. As partículas radioativas liberadas, incluindo urânio, plutônio, césio, entre outros metais, fizeram disparar os casos de câncer, principalmente de tireóide. Como medida para amenizar o problema, 5 milhões de hectares de terras próximo a usina foram inutilizados.

Chernobyl - Ucrânia.

8. Norilsk - Rússia
Quase todo o níquel utilizado no mundo sai de Norilsk. A neve da região fica cinza e o ar tem gosto de enxofre! Desde novembro de 2001, a cidade está fechada para estrangeiros.

Norilsk - Rússia.
7. Dzerzinsk - Rússia
Foi um dos mais importantes centros de produção de armas químicas durante a Guerra Fria. Devido a contaminação do solo, seus habitantes tem uma das menores expectativas de vida do mundo: mal chegam aos 45 anos.

Dzerzinsk - Rússia.
6. La Oroya - Peru
Cidade da América do Sul, La Oroya está na lista graças às minas de chumbo, zinco e cobre pertencentes a Doe Run (empresa dos EUA). Pesquisam apontam que 99% das crianças apresentam níveis de chumbo no sangue acima do "tolerável". 


5. Vapi - Índia
Depósito dos resíduos de mais de mil indústrias, incluindo petroquímicas e de pesticidas, a água da região contém 100 vezes mais mercúrio que o "aceitável", elevando o número de abortos espontâneos e os casos de câncer.


4. Sukinda - Índia
Olha a Índia aí de novo! Na cidade há o Rio Brahma (homenagem à divindade suprema do hinduísmo) que armazena 30 milhões de toneladas de resíduos cancerígenos lançados por uma mina de cromita (grande homenagem!). 80% das mortes locais estão ligadas as atividades da mina. 

Sukinda - Índia.

3. Tianying - China 
Cerca de 160 mil pessoas estão contaminadas por causa da concentração de chumbo no ar da cidade. Retardo mental e anemia estão entre os problemas que atingem a população. 

2. Linfen - China 
A necessidade de carvão para o crescimento econômico da China traz muitos problemas. A poluição no ar da cidade causa inconfortáveis casos de pneumonia e câncer de pulmão. A arsenicose ali já é tratada como epidemia.  

Linfen - China.

1. Sumqayit - Azerbaijão 
Não, não é Tromaville (a cidade do Vingador Tóxico) a cidade mais poluída do mundo! Herdeiros do legado tóxico da indústria soviética, os 275 mil habitantes de Sumqayit ainda sofrem por conta das 10 mil toneladas de gases nocivos lançados na atmosfera pelas 40 fábricas de produtos químicos da época comunista. A incidência de câncer é 51% maior ali que no resto do país.
Sumqayit - Azerbaijão.

quarta-feira, 2 de maio de 2018

AGRICULTURA E ENERGIA, LADO A LADO



     Qual é a melhor maneira de utilizar a luz solar?

     Para cultivar alimentos ou para a produção de energia? 

   Durante milênios, a resposta foi fácil: nós usamos a energia solar para ajudar no crescimento das plantas para a alimentação. Então, na década de 1970, a resposta tornou-se mais complexa à medida que os campos de painéis fotovoltaticos (PVPS) começaram a aparecer em todo o planeta. Na década de 1990, os agricultores começaram o cultivo de alimentos para combustíveis como o etanol à base de milho. O problema é que a equação de combustível alimentos tornou-se um jogo de soma zero. 

    Isso levou o cientista agrícola francês Christian Dupraz a ponderar se a produção de alimentos e de combustível poderiam ser combinados com sucesso em um lote de terra. Por exemplo, por que não construir painéis solares acima de um campo de exploração agrícola para que a eletricidade e alimentos possam ser produzidos ao mesmo tempo? Além de resolver o conflito entre usos da terra, os painéis solares que fornecem uma fonte adicional de renda para os agricultores e, ao mesmo tempo protege as culturas do aumento das temperaturas, de granizo e tempestade destrutivas associados às mudanças climáticas. 

     Em 2010, Dupraz e seus colegas do INRA, instituto de pesquisa agrícola da França, construiram a primeira fazenda "agrivoltatic", perto de Montpellier. Em um campo de 860 metros quadrados, eles plantaram:
- culturas em quatro parcelas e dois adjacentes em pleno sol como controle.
- um em uma matriz padrão da densidade de painéis
- um em uma matriz de meia densidade de painéis. 

   Os pesquisadores consideraram a produtividade das culturas cairam na sombra, já que as plantas teriam de competir com os painéis solares para a radiação e, possivelmente, água. Mas eles também se perguntaram se, em um mundo em aquecimento, a sombra pode realmente melhorar a produtividade das culturas. "Sombra vai reduzir as necessidades de transpiração e, possivelmente, aumentar a eficiência da água", escreveu Dupraz. A chave seria encontrar o equilíbrio certo entre a electricidade produzida pelos painéis solares e capacidade de produção da fazenda. 

     No final de três estações de crescimento, os pesquisadores descobriram que o compromisso foi de fato possível. Não surpreendentemente, as culturas sob o PVP abaixo da sombra perderam quase 50 por cento da sua produtividade, em comparação com culturas semelhantes nas parcelas com sol. No entanto, as culturas sob o sombreamento de meia densidade eram tão produtivos quanto os nas parcelas de controle sem sombra; em alguns casos, eles foram ainda mais produtivo. 

     A razão para este resultado surpreendente, de acordo com Hélène Marrou, que estudou alface era a capacidade das plantas de se adaptarem as condições de baixa luminosidade. Ela relatou que as plantas de alface ajustaram-se ao ambiente, aumentando a sua área foliar e alterando arranjo da folha para colher a luz de forma mais eficiente. 

    Ela também teve boas notícias em relação a água. "Nós mostramos neste experimento que as hortaliças na sombra dos PVPs permitiu uma economia de 14 por cento a 29 por cento de água evapotranspirada, dependendo do nível de sombra criado e a cultura cultivada". No contexto do aquecimento global e escassez de água, segundo ela, a redução da demanda de água pelas plantas na sombra dos PVP´S podem representar uma grande vantagem em um futuro próximo.

domingo, 15 de abril de 2018

CONHEÇA 7 ATAQUES QUÍMICOS QUE EUA SE NEGAM A COMENTAR

1. O Exército norte-americano no Vietnã. Durante a guerra, no período de 1962 até 1971, as Forças Armadas dos EUA despejaram cerca de 20 milhões de galões – 88,1 milhões de litros, aproximadamente - de armamento químico no país asiático.

2. Israel ataca população palestina com Fósforo Branco. Segundo grupos ligados aos direitos humanos - como Anistia Internacional e Human Rights Watch - o material altamente venenoso foi disparado em 2009 contra civis de origem palestina em território israelense. 

3. Washington atacou iraquianos com Fósforo Branco em 2004. Jornalistas que participaram da cobertura da Guerra do Iraque reportaram que o Exército norte-americano utilizou armas químicas na cidade de Fallujah

4. CIA ajudou Saddam Hussein a massacrar iranianos e curdos em 1988 com armas químicas. Documentos da Inteligência norte-americana divulgados uma década depois revelam que Washington sabia que Saddam Hussein utilizava armas químicas na guerra Irã-Iraque.

5- EUA realizaram testes químicos em bairro pobre e negro de St Louis. No começo da década de 50, o Exército norte-americano organizou um teste militar em alguns bairros de St. Louis caracterizados por ter maioria negra. O governo disse aos moradores que realizaria um experimento com fumaças de iluminação "contra ameaças russas". No entanto, a substância atirada na atmosfera continha gases sufocantes

6 - Exército norte-americano bombardeou tropas iraquianas com armas químicas em 2003.  A cruzada de Washington à procura de armas nucleares teve episódios de disparos químicos contra os militares iraquianos, que acabaram atingindo civis. Durante 2007 e 2010, centenas de crianças nasceram com deficiências no país. 

7- Japoneses são massacrados com Napalm entre 1944-1945. Em 1980, a ONU (Organização das Nações Unidas) declarou que a utilização do Napalm (um tipo de álcool gelatinoso de alto grau de combustão) seria a partir de então considerada crime de guerra dado o efeito absolutamente devastador da substância. Durante a Segunda Guerra Mundial, o Exército norte-americano derrubou sobre os japoneses o suficiente para queimar 100 mil pessoas, deixar mais um milhão feridas e destruir milhares de residências.



Fonte: Opera Mundi

sexta-feira, 6 de abril de 2018

CHINESES VÃO SEMEAR 10 BILHÕES DE METROS CÚBICOS DE CHUVA

Projeto deve ocupar área três vezes o tamanho da Espanha e tem objetivo de levar água ao planalto Tibetano e entorno


VEJA COMO




quinta-feira, 1 de março de 2018

O QUE É A 'BESTA DO LESTE', FENÔMENO DEIXOU A EUROPA EM ALERTA POR ONDA DE FRIO

Uma massa de ar fria vinda da Sibéria e da Escandinávia levou nevascas a diferentes cidades da Europa. Até o centro de Londres, onde normalmente os flocos de gelo derretem rapidamente, amanheceu coberto de neve.



DRONE ESPECIAL PODE REVOLUCIONAR A PREVISÃO DO TEMPO

A previsão de tempo hoje usa dados de satélites e das estações terrestres. Empresa suíça desenvolveu um drone que deve voar na camada limite planetária e assim nos dar informações mais precisas sobre a mudança de tempo. 



quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

CRESCE NA ÍNDIA A PRAGA DOS SEQUESTROS DE HOMENS PARA CASAMENTOS FORÇADOS

O problema decorre de práticas arcaicas como pakadua vivah (rapto para casamento) que afeta ambos os sexos. A pobreza e a desproporção no número de homens e mulheres são algumas das razões para o aumento do fenômeno.



segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

DISPOSITIVO "ANTIMENDIGO" EM BAIRROS RICOS DE LONDRES

09/06/2014 

     Pequenos espetos de metal foram colocados na fachada de um conjunto de flats para impedir que moradores de rua e pedintes permaneçam no local.
     A instalação de dispositivos "antimendigos" em prédios de alto padrão no centro de Londres tem despertado uma série de protestos nas redes sociais. Esse tipo de alteração arquitetônica posta em prática para afastar moradores de rua e pedintes de certos locais da cidade é questionado pelos internautas, que classificam os dispositivos de "monstruosidade" e "absurdo".
      A polêmica começou depois que uma foto flagrou os pequenos espetos pontiagudos embutidos na fachada de um conjunto de flats, instalados para espantar mendigos e impedi-los de dormir no local. Compartilhada à exaustão na web, a foto viralizou e instigou o debate das medidas "antimendigos". Os mais críticos afirmam que estão tratando os desabrigados "como pombos", comparando os dispositivos intalados aos utilizados para afastar as aves.
Ver imagem no Twitter
     "Tinha uma pessoa sem-teto dormindo aqui cerca de um mês e meio atrás. Aí, há umas duas semanas, eles instalaram esses objetos. Acho que é para espantá-los", disse ao jornal britânicoThe Telegraph uma mulher que vive no conjunto de flats.
     Sob a hashtag "#AntiHomelessSpikes" ("espetos antimendigos"), usuários do Twitter começaram a compartilhar fotos de outros locais da cidade em que esse tipo de dispositivo pode ser encontrado. Segundo instituições de caridade que atuam na área, a prática não é nova; pelo contrário, vem sendo usada há décadas para afugentar moradores de rua.

Ver imagem no Twitter
Após a polêmica, cartazes de protesto puderam ser vistos na fachada do flat: "Casa e não espetos":
     No vídeo abaixo, é possível ver uma investigação feita em 2003 por uma produtora francesa sobre "arquitetura antimendigo" na capital Paris. Aqueles que resistem são chamados de faquirs, em referência ao termo do islamismo que diz respeito a pessoas pobres que peregrinavam por diferentes povoados praticando exercídios de resistência à dor, como deitar-se numa cama de pregos.

"É um escândalo que qualquer pessoa tenha que dormir na rua no Reino Unido em pleno século XXI. Mesmo assim, nos últimos três anos o número de moradores de rua subiu fortemente no país inteiro, chegando a impressionantes 75% em Londres. Por trás desses números, há pessoas reais lutando contra a falta de moradia e cortes em benefícios sociais que os ajudariam a reconstruir suas vidas", assinalou Katharine Sacks-Jones, chefe da Crisis, ONG britânica que cuida de moradores de rua no país.


Fonte: Opera Mundi
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...