segunda-feira, 12 de novembro de 2012

QUESTÕES DE VESTIBULAR - GEOPOLÍTICA

(VUNESP-2010) A desaceleração econômica causada pela crise global, desde o fim do ano de 2008, na maioria dos países provocou desemprego e muitos projetos de desenvolvimento foram adiados. Esse fato influenciou diretamente na emissão de gases poluentes na atmosfera. Em consequência desse fato é possível afirmar: 

I. A queda na produção industrial provocou aumento da emissão de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera. 
II. Em muitos países, os investimentos para o desenvolvimento de energias renováveis aumentaram, na tentativa de diminuir a dependência excessiva de combustíveis fósseis. 
III. Com a diminuição da produção industrial em várias partes do mundo, o tráfego de caminhões caiu, amenizando as emissões de gases que causam as mudanças climáticas e a poluição local em grandes centros urbanos. 
IV. Com a redução da demanda de aço no mundo, dezenas de pequenas siderúrgicas em alguns países em desenvolvimento tiveram de parar as suas atividades e, em consequência, a concentração de dióxido de enxofre (SO2), substância responsável pela chuva ácida, aumentou expressivamente nesses lugares. 
V. Com o preço da soja e da carne em queda no Brasil, houve menos incentivos para derrubar a floresta e substituí-la por pastos ou lavouras, tendo, como consequência, a redução, na Amazônia, do desmatamento no período de agosto de 2008 a janeiro de 2009, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. 

(www.planetasustentavel.abril.com.br/notícia/ambiente/ Adaptado.) 

Estão corretas apenas as afirmações: 

a) I, II e III. 
b) III, IV e V. 
c) II, IV e V. 
d) I, II e IV. 
e) II, III e V.
______________________________________________________________

(VUNESP-2010) Espaço, território e rede geográfica são palavras-chaves na Geografia. A rede geográfica tem o poder de ultrapassar as fronteiras nacionais através da internet. Analise o mapa com os usuários da internet no mundo.


A partir dessa análise, pode-se afirmar que 

a) os EUA, o Reino Unido e a Índia lideram os índices de usuários da internet. 
b) o Brasil e o Canadá apresentam número semelhante de internautas. 
c) a África Subsaariana tem o número total de internautas superior ao da América Latina. 
d) a China, a Coreia do Sul e o Japão têm o mesmo número de internautas. 
e) o número de usuários da internet da Austrália supera o do Mercosul.

______________________________________________________________
(IBMEC-2008) “Lideres de diferentes regiões colocaram ontem a disparada no preço dos alimentos no centro das prioridades globais. E tentam articular alguma forma de ação conjunta, que, se concretizada, pode ter repercussões importantes no Brasil, um dos principais produtores de alimentos do mundo. O país também sofre com a inflação mais alta, mas lucra com o aumento de preço das commodities que exporta. Segundo a ONU e ONG’s de ajuda humanitária, a alta de alimentos já ameaça ganhos no combate à fome dos últimos anos...” (Folha de S. Paulo, caderno Dinheiro 11 de abril de 2008) Entre os motivos que podem levar o planeta a uma crise alimentícia, pode-se afirmar que não está(ão) relacionado(s) o(s): 

a) Crescimento da produção de biocombustíveis, principalmente obtidos através da cana de açúcar e do milho, que utilizam áreas antes destinadas à produção de alimentos. 
b) Incremento nos custos dos insumos agrícolas, como os defensivos e fertilizantes, em decorrência do aumento no preço do petróleo. 
c) Aumento da renda e mudanças da dieta em países como China e Índia, que aumentaram a demanda por alimentos gerando aumento dos preços. 
d) Problemas climáticos, como o mau tempo, secas e enchentes, que geraram a quebra de safras em alguns países produtores de commodities agrícolas. 
e) Investimentos em ações dos grandes grupos de agrobusiness nas principais bolsas mundiais, inflando o preço das principais produções agropecuárias. 

______________________________________________________________
(UFPR 2014) - Observe a tabela abaixo.


Com base na tabela e nos conhecimentos de Geografia Industrial, assinale a alternativa correta.

a) Na década de 70, a política de substituição de importações de petróleo levou à modernização tecnológica do setor petrolífero e ao consequente salto de produtividade expresso nos dados da tabela. 
b) Na década de 80, o retrocesso da indústria foi resultado da opção  do governo de privilegiar as exportações de produtos agrícolas com o fim de obter divisas para o pagamento da dívida externa.
c) Na década de 90, a produtividade cresceu mais rapidamente em função dos estímulos criados pelo controle da inflação, pela abertura da economia e também pela atração de investimento direto estrangeiro. 
d) A desconcentração espacial da indústria tem como contrapartida a redução do ritmo de inovação tecnológica, razão pela qual a produtividade só cresceu com força nas décadas de 70 e 90, quando aumentou o nível de concentração industrial em São Paulo.
e) Na primeira década do séc. XXI, o fraco crescimento da produtividade resultou da privatização de empresas do setor produtivo estatal, medida que implicou a desativação dos centros de pesquisa científica dessas empresas.
______________________________________________________________

(UEPB-2006) “A globalização colocou o desafio ecológico como questão de sobrevivência da humanidade, e a Amazônia tornou-se símbolo desse desafio”. Fonte: Bertha Becker - O significado da geopolítica da Amazônia. Com base na afirmativa acima, podemos concluir que: 

I. A natureza passa a ter valor, seja como patrimônio ecológico, estoque de biodiversidade, seja como capital de realização futura e patrimônio da humanidade a ser preservado para futura utilização. 
II. Grupos empresariais mobilizam a sociedade amazônica, conscientizando-a da importância da socialização dos recursos naturais da floresta, a fim de beneficiar a sociedade local. 
III. A biotecnologia existente na região garante a apropriação das riquezas genéticas, colocando-as em benefício das populações locais. 

Está(ão) correta(s): a) Apenas as proposições I e III

b) Apenas a proposição II 
c) Apenas a proposição III 
d) Apenas as proposições I e II 
e) Apenas a proposição I 
______________________________________________________________
(Mack-2004) Inspirado no liberalismo clássico e em clara oposição ao Keynesianismo, o neoliberalismo propõe, entre outras medidas: 

I. a atuação do Estado como empresário, como mediador das relações capital-trabalho e como regulador de taxas e tarifas. 
II. o desenvolvimento de uma política de privatização das empresas estatais, para reduzir o papel do Estado na economia. 
III. a minimização do poder dos sindicatos e a redução dos direitos trabalhistas. 
IV. a redução das barreiras para a circulação de mercadorias e capitais entre países, promovendo, assim, uma maior abertura econômica. Estão corretas:

a) apenas I, II e IV. 
b) apenas I, III e IV. 
c) apenas I, II e III. 
d) apenas II, III e IV. 
e) I, II, III e IV. 
______________________________________________________________
(FMTM-2005) A luta contra a pobreza não será vencida enquanto os países não trabalharem para que suas sociedades sejam culturalmente diversificadas e inclusivas. Essa é a principal conclusão do Relatório do Desenvolvimento Humano – Liberdade Cultural num mundo diversificado, do Pnud de julho de 2004. 

A conclusão desse relatório afirma que a pobreza mundial se combate com 

a) multiculturalismo. 
b) negação da cidadania.
c) dominação cultural. 
d) exclusão cultural. 
e) terrorismo.
______________________________________________________________
(Mack-2004) Inspirado no liberalismo clássico e em clara oposição ao Keynesianismo, o neoliberalismo propõe, entre outras medidas: 

I. a atuação do Estado como empresário, como mediador das relações capital-trabalho e como regulador de taxas e tarifas. 
II. o desenvolvimento de uma política de privatização das empresas estatais, para reduzir o papel do Estado na economia.
III. a minimização do poder dos sindicatos e a redução dos direitos trabalhistas. 
IV. a redução das barreiras para a circulação de mercadorias e capitais entre países, promovendo, assim, uma maior abertura econômica. Estão corretas: 

a) apenas I, II e IV. 
b) apenas I, III e IV. 
c) apenas I, II e III. 
d) apenas II, III e IV. 
e) I, II, III e IV.
______________________________________________________________
(UFSC-2006) Como resposta à crise do fordismo, as empresas passaram a introduzir equipamentos tecnologicamente cada vez mais avançados e novos métodos de organização da produção, como o toyotismo. As várias mudanças implantadas no sistema produtivo e nas relações de trabalho, particularmente nos países desenvolvidos, ficaram conhecidas como produção flexível e serviram para dar continuidade à acumulação capitalista. 

(Adaptado de MOREIRA, João Carlos, SENE, Eustáquio de. Geografia para o ensino médio: Geografia geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2002, p. 293). 

Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) quanto ao assunto abordado no texto acima. 

01. O desemprego conjuntural é provocado apenas pelo desenvolvimento de novas tecnologias, que extinguem muitos postos de trabalho. 
02. O toyotismo propunha uma intensificação da divisão do trabalho, fracionando as etapas do processo produtivo. 
04. O desenvolvimento da produção flexível tem gerado novos processos produtivos. A palavra de ordem passa a ser competitividade. 
08. A redução de estoques e a racionalização do fluxo de insumos nas fábricas reduzem os custos porque diminuem o volume de capital imobilizado em estoques. 
16. A padronização das peças e a fabricação de um único produto em grande escala são alguns dos princípios fundamentais do fordismo. 
32. Com a atual divisão internacional do trabalho, os trabalhadores necessitam, cada vez mais, garantir a sua empregabilidade.

______________________________________________________________
 (UEL-2010) Analise o mapa a seguir:



(Adaptado. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2009.) 

Com base no mapa e nos conhecimentos sobre regionalização mundial, analise as afirmativas a seguir: 

I. A distribuição das rotas conhecidas de lixo eletrônico indica que América do Sul e África são os destinos preferenciais do lixo eletrônico gerado pela Tríade.
II. A velocidade do consumo e do descarte de aparelhos eletrônicos tornam o acúmulo desse tipo de resíduo duplamente grave nos países do Terceiro Mundo. III. A distribuição das fontes e destinos do lixo eletrônico reforça o caráter desigual das relações políticas e econômicas entre a Tríade e os países do Sul. IV. A localização dos destinos conhecidos do lixo eletrônico indica o risco de que grande parte da humanidade sofra os efeitos nocivos desses resíduos. Assinale a alternativa correta. 

a) Somente as afirmativas I e II são corretas. 
b) Somente as afirmativas I e III são corretas. 
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas. 
d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas. 
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
_______________________________________________________________

(FGV-2002) Dentre os cenários desenhados para o mundo a partir da aceleração do processo de globalização, destaca-se a idéia da superação do Estado-nação como principal unidade política e econômica de estruturação do espaço mundial. Como justificativa para a construção desse cenário, podem-se destacar, entre outras: 

a) O crescimento de instituições políticas e econômicas supranacionais, como a Organização Mundial de Comércio, e a relativa autonomia dos circuitos financeiros em escala mundial, caracterizada pela livre circulação de capitais. 
b) O aumento das migrações inter-regionais, facilitada pela abertura das fronteiras entre os países, e o crescente intercâmbio cultural entre os povos, possibilitado pela expansão dos meios de comunicação em todo o mundo. 
c) O aparecimento de organizações baseadas no princípio do desenvolvimento sustentável, como as ONGs, e a aceitação de grupos étnicos como entidades políticas e econômicas soberanas, a exemplo dos Curdos, na Turquia. 
d) A diminuição dos conflitos separatistas, como os ocorridos nos Bálcãs, e o crescente reconhecimento da ONU como fórum privilegiado para a solução de conflitos políticos e econômicos locais e regionais. 
e) A mundialização dos hábitos de consumo e comportamento, disseminados pelos meios de comunicação, e o crescente desinteresse das novas gerações pelas questões de política interna e externa de seus países.

_______________________________________________________________

 (FGV-2001) ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO

O índice de desenvolvimento humano combina e articula três componentes (longevidade, nível educacional e acesso a recursos) em uma escala de zero a 1. Quanto mais próximo de 1, melhores serão as condições de vida. A letra X identifica o Brasil.

Observando a posição dos países assinalados pelos algarismos I, II e III, pode-se afirmar que eles correspondem, na ordem, a: 




Resposta: A

_______________________________________________________________
(VUNESP-2010) Nunca na história da humanidade houve tão grande concentração de poder nuns poucos lugares nem tamanha separação e diferença no interior da comunidade humana. Formou-se um mundo quase totalmente integrado — um sistema mundo — evidentemente controlado a partir de alguns centros de poderes econômicos e políticos. (Olivier Dollfus, 1994. Adaptado.) 

Neste sistema mundo contemporâneo pode-se identificar que 

a) as maiores potências nucleares do século XXI são: Estados Unidos, França, Canadá, Japão, Alemanha, Índia e Paquistão. 
b) o Ocidente não tem medo da proliferação de armas nucleares principalmente em regimes hostis aos Estados Unidos. 
c) o Irã, a Síria e o Mianmar formam um grupo de países que abriram mão de seus projetos voltados à proliferação da tecnologia de armas nucleares. 
d) a Coreia do Norte tem grande dependência da China, por ser esta a maior exportadora de alimentos e energia aos norte-coreanos. 
e) a paz entre os palestinos e Israel depende apenas de acordos com os EUA.

_______________________________________________________________
A Caxemira é um dos focos de conflito na atualidade. Ela é o pivô de uma disputa entre os seguintes países:

a) China e Índia.
b) Paquistão e China.
c) Paquistão e Índia.
d) Índia, Paquistão e Afeganistão.
e) China, Índia e Paquistão.

_______________________________________________________________
A chamada Nova Ordem Mundial, que marcou o final do século XX, é caracterizada por uma série de importantes acontecimentos, EXCETO:

a) A queda do Muro de Berlim.
b) A implosão da União Soviética.
c) A redemocratização da Europa Oriental.
d) A reunificação da Coréia.
e) O fim da Guerra Fria.
_______________________________________________________________ 
A economia globalizada caracteriza-se por extrema movimentação de capitais, que circulam diariamente por diferentes mercados financeiros do mundo. Em muitos casos, esses capitais direcionam-se para investimentos produtivos; porém, em grande parte, essa movimentação tem caráter especulativo, que pode devastar economias mais frágeis.

Entre as características que essa fase do Capitalismo apresenta, fase essa marcada pela supremacia do capital financeiro sobre o capital produtivo, é INCORRETO afirmar que ocorre:

a) um amplo movimento de abertura econômica e de redução do papel regulador do Estado sobre os
capitais privados.
b) a formação de megablocos econômicos, que tendem a promover uma ampla abertura comercial e
financeira entre seus membros.
c) a universalização de direitos sociais, que se estendem ao conjunto das populações mundiais, uniformizando o processo de desenvolvimento.
d) a redução do papel do Estado nas economias nacionais, por meio da privatização de empresas e
atividades econômicas anteriormente exercidas por empresas estatais.
 

 ______________________________________________________________
Povo de maioria muçulmana, ocupando trechos de vários países e que, no início do ano de 2003, foi envolvido na Guerra do Iraque. Esse povo constitui hoje o maior grupo étnico - cerca de 24 milhões de pessoas - sem Estado no mundo. Reivindica a formação de seu próprio país.

Trata-se dos:
a) bascos.
b) curdos.
c) chechenos.
d) albaneses.
e) bósnios.
_______________________________________________________________
O sistema de castas, apesar de extinto por lei, ainda se mantém vivo na cultura do povo:

a) druso
b) chinês
c) muçulmano
d) indiano
e) turco 

 ______________________________________________________________
“A globalização é, de certa forma, o ápice do processo de internacionalização do mundo capitalista. [...] No fim do século XX e graças aos avanços da ciência, produziu-se um sistema de técnicas presidido pelas técnicas da informação, que passaram a exercer um papel de elo entre as demais, unindo-as e assegurando ao novo sistema técnico uma presença planetária. Só que a globalização não é apenas a existência desse novo sistema de técnicas. Ela é também o resultado das ações que asseguram a emergência de um mercado dito global, responsável pelo essencial dos processos políticos atualmente eficazes.” 
SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 

Rio de Janeiro: Record, 2000, p. 23-24. 



Considerando o enunciado anterior, sobre o processo de globalização na sociedade contemporânea, assinale a alternativa correta. 

a) A globalização é um processo exclusivamente baseado no desenvolvimento das novas técnicas de informação e sua origem está diretamente relacionada com a difusão e universalização do uso da internet, que se deu a partir do final da década de 1990. 

b) Entre as características próprias da globalização temos a alteração profunda na divisão internacional do trabalho, em que a distribuição das funções produtivas tende a se concentrar cada vez mais em poucos países, como é o caso dos Estados Unidos e do Japão. 

c) Sobre as ações que asseguram a emergência do mercado global, o autor está se referindo à doutrina econômica neoliberal que, entre outros princípios, defende o fortalecimento do Estado e a intervenção estatal como reguladora direta dos mercados – industrial, comercial e financeiro. 

d) Atualmente, as relações econômicas mundiais, compreendendo a dinâmica dos meios de produção, das forças produtivas, da tecnologia, da divisão internacional do trabalho e do mercado mundial, são amplamente influenciadas pelas exigências das empresas, corporações ou conglomerados multinacionais. 

e) As estratégias protecionistas tomadas pelos governos em todo o mundo, dificultando a entrada de produtos estrangeiros em seus mercados nacionais são consideradas como características marcantes do processo de globalização.
 _____________________________________________________________
Leia o texto a seguir. 


Seguindo uma tendência observada nas empresas europeias e americanas, alguns investidores brasileiros estão migrando parte de seus negócios da China para o Vietnã. Os setores calçadista e têxtil são os que mais observaram esse tipo de mudança, com a instalação principalmente de fábricas americanas e europeias no Vietnã. Em estudo divulgado em março, a Câmara de Comércio Americana de Xangai, a AmCham, apontou que 88% das empresas estrangeiras sondadas optaram inicialmente por operar na China por causa dos baixos custos, porém, 63% dessas afirmaram que se mudariam ao Vietnã para cortar ainda mais o preço de produção. 

(http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/ 2008/07/080709_vietannegociosmw.shtml. Adaptado) 



Pode ser associada ao conteúdo da notícia a seguinte afirmação: 


a) atualmente, grande parte das empresas multinacionais é originária dos países subdesenvolvidos e aí estão instaladas. 

b) embora seja objeto de investimentos capitalistas, o sistema socialista chinês ainda afugenta as empresas multinacionais. 

c) a globalização facilitou a mobilidade de capitais e empresas, aumentando a competição entre países. 

d) nos países asiáticos, o alto custo da mão de obra é compensado pela abundância de matérias-primas minerais baratas. 

e) a abertura comercial propiciada pela globalização permitiu às empresas brasileiras concorrerem com as dos países europeus.
 ______________________________________________________________
“Embora tenha suas origens mais imediatas na expansão econômica ocorrida após a segunda guerra e na revolução técnico científica ou informacional, a globalização é a continuidade do longo processo histórico de mundialização capitalista.” 
(MOREIRA, João Carlos e SENE, Eustáquio de. Geografia para o ensino médio: 

Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2002.p. 03) 



Com relação ao desenvolvimento do capitalismo, sua mundialização e globalização, é possível afirmar que: 


a) Os tigres asiáticos começaram a se constituir como potencias econômicas a partir da aplicação da política de bem-estar social e do taylorismo/fordismo como elementos dinamizadores de suas economias.

b) A constituição do MERCOSUL foi uma resposta político- econômica dos países da América Latina à perspectiva de constituição do NAFTA, uma vez que suas economias apresentam elevado grau de complementaridade e integração entre os setores primário, secundário e terciário. 
c) A chamada terceira revolução científica e tecnológica vem contribuindo intensamente com a integração entre os mercados, uma vez que possibilita maior grau de flexibilidade aos capitais internacionais, inclusive na perspectiva de substituição do dinheiro de papel pelo dinheiro de plástico e virtual em tempo real. 
d) Com a crise da economia americana, o valor das commodities agrícolas tem baixado seguidamente, contribuindo para atenuar a fome no Chifre da África. 

e) A crise que assola a economia-mundo tem contribuído para alterar e inverter as relações entre os países na divisão internacional do trabalho, pois até a China passou a ser credora dos EUA. 
_______________________________________________________________
A organização do espaço geográfico através de redes de comunicação eliminou a necessidade de fixar as atividades econômicas num determinado lugar. Isso vale para um grande número de serviços, que podem ser prestados a partir de qualquer lugar do mundo para qualquer outro, bastando que estes locais estejam conectados. 


Sobre essas redes de comunicação, é correto afirmar que: 


a) eliminaram as restrições produtivas dos diferentes espaços geográficos, criando condições de trabalho igualitárias em todos os países do mundo. 
b) contribuíram, pela velocidade da informação e diversidade de serviços, para a dispersão geográfica dos processos produtivos industriais, cujas etapas estão localizadas em diferentes países. 
c) possibilitaram a disseminação dos lucros das empresas multinacionais, pela interligação de sistemas industriais de produção. 
d) ampliaram as trocas no comércio internacional, mas não possibilitaram grandes transformações na organização do espaço geográfico mundial.

e) diminuíram, por sua ampliação, as desigualdades sociais entre os países, tendência mundial da atualidade.    
 _____________________________________________________________
10-  Leia atentamente o texto e o relacione ao processo de globalização. 
Fast food é um termo inglês que significa comida rápida. Esse tipo de alimentação, desenvolvida nos Estados Unidos, tem como característica principal a produção de lanches e acompanhamentos que, em geral, contêm elevado teor de gorduras saturadas. 


As grandes cadeias de lanchonetes estadunidenses são as maiores representantes desse tipo de alimentação, que se espalhou pelo mundo a partir da década de 1970. 

(http://www.suapesquisa.com/o_que_e/fast_food.htm Acesso em: 07.09.2011. Adaptado) 

No mundo globalizado atual, é válido afirmar que o fenômeno do fast food 


a) é uma cultura alimentar baseada na valorização dos hábitos alimentares tradicionais de vários povos. 
b) difundiu a cultura alimentar estadunidense em outros países, pois sempre teve reconhecida preocupação com a qualidade nutritiva. 
c) promove o surgimento de hábitos que atendem ao sistema de produção capitalista internacional. 
d) baseia-se na dinamização da nova cozinha industrializada que supera e despreza as formas fordistas e tayloristas de produção. 
e) diminuiu o papel da indústria e da agricultura no mundo, pois a globalização está cada vez mais baseada no setor de serviços e no marketing.
 _____________________________________________________________
O G-20 é o grupo que reúne os países do G-7, os mais industrializados do mundo (EUA, Japão, Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Canadá), a União Europeia e os principais emergentes (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Coreia do Sul, Indonésia, México e Turquia). Esse grupo de países vem ganhando força nos fóruns internacionais de decisão e consulta. 
ALLAN, R. Crise global. Disponível em: http://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br. Acesso em: 31 jul. 2010.

Entre os países emergentes que formam o G-20, estão os chamados BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), termo criado em 2001 para referir-se aos países que: 

a) possuem base tecnológica mais elevada.
b) apresentam índices de igualdade social e econômica mais acentuados.
c) apresentam características econômicas promissoras para as próximas décadas.
d) apresentam diversidade ambiental suficiente para impulsionar a economia global.
e) possuem similaridades culturais capazes de alavancar a economia mundial.
 _____________________________________________________________
(UEL-2006) Leia o texto e analise a imagem a seguir. “Política é osso duro de roer? As CPI e o ‘mensalão’ são as gotas d’água para que você risque Brasília do seu mapa? Não é todo mundo que abomina o assunto política, mas, mesmo com as recentes denúncias com efeito dominó e um governo em crise, há quem prefira tapar os ouvidos e fechar os olhos. [...]. Segundo Luisa, idealismos andam em baixa: ‘A minha mãe, por exemplo, participou do movimento estudantil. Ia às ruas, a passeatas enormes, para mostrar o que queria’. Filiada à Sociedade Vegetariana Brasileira, Luisa diz que hoje isso mal se vê: ‘ As passeatas de que eu participo, de antiglobalização ou de ambientalistas, são sempre pequenas, com poucas pessoas com garra e determinação. Mudou, em geral.’” 
(Folha de S.Paulo, São Paulo, 4 jul. 2005. Folhateen, p. 6.)


Imagem relacionada

Com base na imagem e no texto, considere as afirmativas a seguir. I. A transformação dos ideais entre as gerações se deve à permanência do totalitarismo como regime político. II. As gerações mais jovens renunciaram ao seu engajamento político após denúncias de corrupção no governo. III. Houve, por parte das gerações mais novas, uma atualização do conteúdo e das estratégias das lutas políticas. IV. A globalização, o desemprego e a questão ambiental estão diretamente relacionados com a redefinição dos idealismos que norteiam a participação política das gerações mais jovens. Estão corretas apenas as afirmativas: 

a) I e II. 
b) I e III. 
c) III e IV. 
d) I, II e IV. 
e) II, III e IV.
____________________________________________________________

 (UEPB-2006) Mecatrópolis (Rilves Lisoul) 

[...] Realmente sinto-me pra trás. E ciente cada vez mais De que a evolução é insustentável Aos calos das minhas mãos. Não conheço o toque das teclas Sinto-me despido! Hoje fui despedido. Como enfrentar minha esposa, Meus filhos... Coitados! 

Observe a perspicácia com a qual o poeta traduziu a realidade do momento atual e assinale com V ou com F as proposições, conforme sejam respectivamente verdadeiras ou falsas em relação à leitura do fragmento do poema. 

( ) A revolução técnico-científica está constantemente criando novas profissões e oportunidades de emprego. 
( ) A revolução técnico-científica reduz os postos de trabalho e exclui o trabalhador menos qualificado, expandindo o desemprego e o sub-emprego. 
( ) O domínio da ciência e da técnica na sociedade contemporânea exige das pessoas maior qualificação e constante atualização, tornando-se excludente para aqueles que não tiveram condições de acompanhar tal processo. 
( ) O discurso dos atores hegemônicos nos faz crer que o desemprego e a pobreza são conseqüências do despreparo da mão-de-obra para enfrentar o mercado globalizado, levando o trabalhador a assumir a culpa por um problema que, na verdade, é estrutural. A seqüência correta das assertivas é: 

a) F V V F 
b) V V V F 
c) V F F F 
d) F F F V 
e) F V V V 
____________________________________________________________
(PUC-SP-2001) Abaixo apresentamos três críticas freqüentes sobre a globalização. Leia-as atentamente:

1. Tem provocado uma grande homogeneização de hábitos e costumes no mundo, produzindo impactos deterioradores nas culturas locais, ocasionando assim sérios problemas de identidade nos povos. 

2. Estaria enfraquecendo as fronteiras nacionais, permitindo que ingressemos na era do livre comércio, no entanto, jamais os fluxos do comércio mundial — em grande escala — estiveram sob controle tão poderoso. 

3. Tem ocasionado um aumento da desigualdade social no mundo entre os países e também internamente em cada país, basta ver que há indicações de crescimento da concentração de renda em muitos países. 

Noam Chomsky é um intelectual americano muito conhecido, entre outras razões, por sua postura contra a política externa dos EUA e a globalização. No mês de setembro (no dia 10), ele escreveu um artigo na Folha de S. Paulo no qual reitera as posturas mencionadas. A seguir apresentamos alguns trechos: 

- “nos EUA [...] os salários da maioria dos trabalhadores estagnaram ou caíram, as horas de trabalho aumentaram drasticamente [...] os benefícios e o sistema de seguridade foram reduzidos.” 

- “a maior parte do comércio mundial é [...] operada centralmente por meio de contratos entre grandes empresas.” 

- “durante os ‘anos dourados’ (antes da globalização) os indicadores sociais seguiam o PIB. A partir da metade dos anos 70, esses indicadores vêm declinando.” Assinale a alternativa que indica as críticas à globalização que se identificam com as frases de Chomsky. 

a) Todas as críticas 
b) Somente a 1 e a 3 
c) Somente a 2 e a 3 
d) Somente a 3 
e) Somente a 1 e a 2

____________________________________________________________
(UEPB-2006) Antes longe era distante perto, só quando dava quando muito, ali defronte e o horizonte acabava [...] De jangada leva uma eternidade de saveiro leva uma encarnação Pela onda luminosa leva o tempo de um raio tempo que levava Rosa pra aprumar o balaio [...] Esse tempo nunca passa [...] Mora no som da cabeça [...] No instante em que tange o berimbau, Meu camará [...] De avião (leva) o tempo de uma saudade... 

O fragmento da composição Parabolicamará, de Gilberto Gil, reflete: 

I. A relativização da distância/tempo a partir da emergência do meio técnico-científico-informacional, no qual apenas alguns grupos sociais estão inseridos. 
II. A importância que a velocidade alcançada pelos transportes e pelas comunicações passou a ter no atual processo de globalização, bem como no mito do espaço/tempo contraídos. 
III. A coexistência de técnicas e culturas diversas que se fazem presentes no espaço, diferenciando lugares e povos, apesar de todo o processo de globalização que tende à uniformização. 
IV. A massificação das culturas e lugares que passaram a viver, indistintamente, o “tempo rápido” da globalização, através de um meio técnico-científicoinformacional que chegou para todos. 

Está(ão) correta(s) apenas a(s) proposição(ões): 

a) I, III e IV
b) II, III e IV 
c) I, II e III 
d) I e IV 
e) IV

____________________________________________________________
(FGV-2001) Considere os dados da tabela abaixo: 




(Fonte: Organização Mundial do Turismo) 

A partir dos dados da tabela, e levando em conta seus conhecimentos a respeito do assunto, está correta a seguinte afirmação: 

a) África e Oriente Médio destacam-se, respectivamente, na expansão do número de turistas e das receitas, em virtude dos sítios históricos e naturais ali presentes e da construção da melhor infra- -estrutura de visitação entre regiões receptoras. 
b) embora não tenha as taxas mais elevadas de crescimento de receitas e número de visitantes no período, a Europa continua sendo o principal destino dos viajantes, especialmente a países como Itália, França e Espanha. 
c) a América registra taxas de crescimento no setor, resultado da expressiva participação do Brasil, que, em função de atrativos como suas florestas, clima tropical e extenso litoral, é o maior receptor de turistas do continente. 
d) África, Leste da Ásia e Pacífico registraram quedas ou baixo crescimento nas receitas do turismo e no número de visitantes diante dos problemas econômicos que sucederam a crise das bolsas asiáticas no final de 1997. 
e) o crescimento das receitas e do número de turistas na África e no Oriente Médio associa-se às baixas taxas registradas pela Europa, em conseqüência de conflitos nos Bálcãs.
 ____________________________________________________________

(FGV-2000) A análise do atual processo de globalização no mundo e da ação das empresas globalizadas permite estabelecer que, de modo geral, 

a) as empresas não pensam mais em estratégias por país, mas sim em estratégias por regiões e blocos econômicos. 
b) as empresas procuram, cada vez mais, fortalecer os Estados Nacionais para poderem competir nos mercados mundiais. 
c) no processo de trocas internacionais, as grandes empresas procuram fortalecer as organizações supra nacionais, como a OMC (Organização Mundial do Comércio) e a ação dos Estados Nacionais. d) as políticas neoliberais vêm favorecendo o crescimento das pequenas empresas na competição do mercado internacional. 
e) a internacionalização da economia tem afetado somente as empresas situadas no bloco denominado de “países emergentes”.
____________________________________________________________
 (Fuvest-2000) Os chamados “Paraísos Fiscais”

a) são lugares, cujas políticas de desenvolvimento nacional atraem fluxos financeiros originários do tráfico ilegal de drogas e de armas, e que se localizam nas ilhas de Cali e Medellín, na Colômbia. 
b) contribuem para injetar, na economia mundial, dinheiro proveniente do tráfico ilegal de drogas e situam-se em Cali e Medellín, na Colômbia.
c) são lugares que não adotam estratégias de atração de dinheiro “sujo” como política de Estado e que se localizam nas ilhas Cayman e Bahamas, no Caribe. d) são centros mundiais de “lavagem” de dinheiro de origem ilegal e podem ser encontrados no istmo do Panamá, na bacia do Caribe e no Havaí. 
e) constituem-se em enclaves financeiros da economia mundial, nos quais se realizam operações privilegiadas de movimentação do capital financeiro, como é o caso das ilhas Cayman e Bahamas, no Caribe.
____________________________________________________________
(Fuvest-1999)



O gráfico e os itens abaixo referem-se à produção de equipamentos eletrônicos. 

I. Na América do Norte, esse crescimento está intimamente ligado ao desenvolvimento das indústrias de alta tecnologia e à sua integração com institutos de pesquisa e universidades. 
II. Na região da Ásia-Pacífico, esse crescimento está relacionado à grande capacidade de competição no mercado mundial que decorre, entre outros fatores, do absoluto controle da política cambial e do baixo custo da mão-de-obra. 
III. No Japão esse crescimento é moderado pelo fato de a produção destinar-se ao mercado interno, enquanto a produção dos outros países asiáticos dirige-se à exportação. Está correto apenas o que se afirma em 

a) I. 
b) II. 
c) I e II. 
d) III. 
e) II e III. 
____________________________________________________________
(ENEM-2009) Além dos inúmeros eletrodomésticos e bens eletrônicos, o automóvel produzido pela indústria fordista promoveu, a partir dos anos 50, mudanças significativas no modo de vida dos consumidores e também na habitação e nas cidades. Com a massificação do consumo dos bens modernos, dos eletroeletrônicos e também do automóvel, mudaram radicalmente o modo de vida, os valores, a cultura e o conjunto do ambiente construído. Da ocupação do solo urbano até o interior da moradia, a transformação foi profunda.


MARICATO, E. Urbanismo na periferia do mundo globalizado: metrópoles brasileiras. Disponível em: http://www.scielo.br. Acesso em: 12 ago. 2009 (adaptado). 

Uma das consequências das inovações tecnológicas das últimas décadas, que determinaram diferentes formas de uso e ocupação do espaço geográfico, é a instituição das chamadas cidades globais, que se caracterizam por 

a) possuírem o mesmo nível de influência no cenário mundial. 
b) fortalecerem os laços de cidadania e solidariedade entre os membros das diversas comunidades. 
c) constituírem um passo importante para a diminuição das desigualdades sociais causadas pela polarização social e pela segregação urbana. 
d) terem sido diretamente impactadas pelo processo de internacionalização da economia, desencadeado a partir do final dos anos 1970. 
e) terem sua origem diretamente relacionadas ao processo de colonização ocidental do século XIX.
  ____________________________________________________________
 (FUVEST-2010) Serviços como o fotolog e o Orkut, tal qual outras ferramentas para mensagens instantâneas na Internet (MSN e ICQ), não devem ser lidos como sintomas de um mundo que a velocidade da comunicação e as tecnologias digitais teriam tornado “pequeno”. Ligar-se em rede e “estreitar” o mundo é uma escolha, algo como uma camada adicional de sociabilidade disponível somente para alguns, e que também, somente para alguns, faz sentido acionar. 

Maria Isabel Mendes de Almeida e Fernanda Eugênio (Orgs). Culturas Jovens: novos mapas do afeto, 2006. Adaptado. 

Considere o texto acima e as três afirmações: 

I. As redes de comunicação propiciadas pela Internet têm a propriedade da conectividade e, ao mesmo tempo, são suscetíveis de funcionar como instrumentos de integração e exclusão. 
II. A revolução tecnológica pode consolidar as desigualdades sociais e também aprofundá-las, produzindo um distanciamento cognitivo entre os que já convivem com ela e os que estão sem acesso a ela. 
III. Nesse ambiente comunicacional, as fronteiras se relativizam e tem-se a possibilidade de adicionar, às noções de espaço e tempo tradicionais, uma nova noção de espaço: o ciberespaço. Está correto o que se afirma em 

a) I, apenas. 
b) II, apenas. 
c) I e II, apenas. 
d) II e III, apenas. 
e) I, II e III.
____________________________________________________________
(FUVEST-2010) Leia a charge a seguir:

A charge chama a atenção, principalmente, para a 

a) precariedade da legislação ambiental em vigor nos países nórdicos, caracterizados pela intensa exploração de seus recursos florestais. 
b) expansão do capitalismo monopolista globalizado, que se caracteriza, a partir da II Guerra Mundial, pela busca de condições mais vantajosas para a produção industrial. 
c) internacionalização da pobreza, com a presença globalizada de trabalho infantil e de condições subhumanas de trabalho. 
d) nova regionalização do espaço mundial, caracterizada pela centralização das indústrias, e pela concentração do capital e do trabalho. 
e) Divisão Internacional do Trabalho, caracterizada, a partir da II Guerra Mundial, pela inexistência de centros hegemônicos de poder e pela formação de blocos econômicos
____________________________________________________________
(Fameca-2006) As relações comerciais entre Brasil e Estados Unidos estiveram um pouco tensas, conforme demonstrado em trecho da reportagem da Folha de S.Paulo, em 19.08.2005: O governo brasileiro vai enviar especialistas aos Estados Unidos para tentar reverter a decisão do Departamento de Comércio americano, anunciada na quarta-feira, de adotar sobretaxas às importações de suco de laranja do Brasil. Serão enviados técnicos dos ministérios do Desenvolvimento e das Relações Exteriores e do próprio setor para fazerem uma investigação local e verificar se, de fato, há dumping nas exportações brasileiras... 

A atitude do governo norte-americano, com relação às exportações de suco de laranja brasileiro, revela: 

a) que as sobretaxas impostas pelos Estados Unidos permitem que o suco brasileiro entre naquele país com valor inferior ao de mercado em virtude do dumping, ou seja, da exploração da mão-de-obra nas fábricas brasileiras de suco. 
b) a preocupação com a qualidade do suco produzido no Brasil, já que as sobretaxas serviriam para melhorar a qualidade da produção e evitar o dumping praticado pela excessiva exploração da mão-de-obra infantil nos laranjais do interior paulista. 
c) a dificuldade que os Estados Unidos encontram ao comprarem produtos brasileiros devido ao excesso de burocracia, ocasionando as sobretaxas, tentando, dessa maneira, facilitar o comércio entre os dois países. 
d) o protecionismo do governo dos Estados Unidos aos produtores locais: pois o aumento das sobretaxas deve-se à alegação de que o produto brasileiro seria vendido pelo preço abaixo do custo de mercado. 
e) a aversão pelas produções latino-americanas que, normalmente, pela prática de dumping, vendem no mercado norte-americano produtos com preços muito competitivos, provocando a alta do desemprego, a violência urbana e as crises econômicas.
____________________________________________________________
(VUNESP-2006) Manoel Castells (1999) em seu livro A sociedade em rede refere-se a uma “nova” cultura que vem transformando as relações espaço-tempo, com novos mecanismos de dominação e subordinação políticoeconômica em todo mundo: o preço a ser pago pela inclusão no sistema é a adaptação a sua lógica, a sua linguagem, a seus pontos de entrada, a sua codificação e decodificação. 

Assinale a alternativa que melhor retrata esta “nova” cultura. 

a) Cultura da violência, a sociedade é guiada por sentimentos de xenofobia e de pressão psicológica. b) Cultura do consumo, em que toda sociedade se envolve num sistema de consumo, cada vez mais, facilitador que induz a compra até mesmo sem sair de casa. 
c) Cultura do desperdício, a sociedade sob a pressão da propaganda adquire bens desnecessários ou supérfluos. 
d) Cultura da televisão, a sociedade tem suas idéias e valores homogeneizados por meio da mídia nacional e internacional. 
e) Cultura da virtualidade real, em que ocorre uma transformação tecnológica de dimensões históricas, ou seja, a integração de vários modos de comunicação em uma rede interativa.


____________________________________________________________
(VUNESP-2006) A diferença sócio-econômica entre os países desenvolvidos e subdesenvolvidos é cada vez maior, agravada pela aceleração do processo de globalização econômica. O aumento da pobreza no mundo relaciona-se a vários fatores. Escolha a alternativa que melhor expressa essa realidade. 

a) Utilização de políticas públicas paternalistas nos países pobres; controle da natalidade nos países ricos; diminuição da fome nos países subdesenvolvidos. 
b) Aumento da concentração de renda; aumento dos postos de trabalho nos países do sul; pouca qualificação da população nos países mais pobres. 
c) Políticas públicas que favorecem a distribuição de renda; igualdade das oportunidades entre os diferentes países; maior controle no processo de favelização nos países desenvolvidos. 
d) Aumento da concentração de renda; fragilidade de políticas públicas favoráveis a distribuição de renda; desqualificação da mão-de-obra para o ingresso no mercado de trabalho nos países subdesenvolvidos. 
e) Desemprego elevado nos países subdesenvolvidos; ocorrência, em todos os países do mundo, da modernização da produção industrial; maior distribuição de terras nos países mais pobres.
____________________________________________________________
(FATEC-2006) Considere os itens. 

I. Como conseqüência dos avanços técnicos nas telecomunicações e nos transportes, as grandes corporações ganharam enorme flexibilidade para alocar os seus investimentos nos mais diversos lugares do planeta. 
II. O toyotismo foi introduzido apenas nas indústrias mais avançadas tecnologicamente, típicas de países desenvolvidos. Em países subdesenvolvidos, ainda se mantém o método de produção fordista, baseado na super exploração dos trabalhadores. 
III. Para as grandes corporações multinacionais, o mercado é, cada vez mais, mundial. Para os trabalhadores de baixa qualificação profissional, ao contrário, é cada vez mais difícil a mobilidade social ou espacial. Está correto o que se afirma em 

a) I, apenas. 
b) II, apenas. 
c) I e II, apenas. 
d) II e III, apenas. 
e) I, II e III.
____________________________________________________________
(ENEM-2009) Populações inteiras, nas cidades e na zona rural, dispõem da parafernália digital global como fonte de educação e de formação cultural. Essa simultaneidade de cultura e informação eletrônica com as formas tradicionais e orais é um desafio que necessita ser discutido. A exposição, via mídia eletrônica, com estilos e valores culturais de outras sociedades, pode inspirar apreço, mas também distorções e ressentimentos. Tanto quanto há necessidade de uma cultura tradicional de posse da educação letrada, também é necessário criar estratégias de alfabetização eletrônica, que passam a ser o grande canal de informação das culturas segmentadas no interior dos grandes centros urbanos e das zonas rurais. Um novo modelo de educação. 


BRIGAGÃO, C. E.; RODRIGUES, G. A globalização a olho nu: o mundo conectado. São Paulo: Moderna, 1998 (adaptado). 

Com base no texto e considerando os impactos culturais da difusão das tecnologias de informação no marco da globalização, depreende-se que 

a) a ampla difusão das tecnologias de informação nos centros urbanos e no meio rural suscita o contato entre diferentes culturas e, ao mesmo tempo, traz a necessidade de reformular as concepções tradicionais de educação. 
b) a apropriação, por parte de um grupo social, de valores e ideias de outras culturas para benefício próprio é fonte de conflitos e ressentimentos. 
c) as mudanças sociais e culturais que acompanham o processo de globalização, ao mesmo tempo em que refletem a preponderância da cultura urbana, tornam obsoletas as formas de educação tradicionais próprias do meio rural. 
d) as populações nos grandes centros urbanos e no meio rural recorrem aos instrumentos e tecnologias de informação basicamente como meio de comunicação mútua, e não os veem como fontes de educação e cultura. 
e) a intensificação do fluxo de comunicação por meios eletrônicos, característica do processo de globalização, está dissociada do desenvolvimento social e cultural que ocorre no meio rural.
_____________________________________________________________
(UEL-2010) Leia o texto a seguir: Celulares e carros são, hoje em dia, objetos de grande desejo de consumo. Ter um carro pode representar muita coisa, sucesso com as garotas, inveja dos vizinhos, glamour, requinte. O fato é que poucos podem comprar um carro, estando este objeto longe da realidade da maioria. Celular, por sua vez, é uma mercadoria mais barata que começou com um apelo funcional: a mãe conseguir falar com os filhos, ligar para alguém de qualquer lugar, uma ligação de emergência. Rapidamente ganhou funções “inúteis”, marcas, modelos e preços diferentes, transformando-se num objeto de forte apelo,capaz de mostrar aos demais “quem você é”, diferenciar ricos de pobres, pessoas de “bom gosto” e pessoas “fora de moda”. 


(Adaptado de . Acesso em: 22 abr. 2009.) 

Os fenômenos sociais contidos no texto referem-se exclusivamente a: 

I. Mobilidade social ascendente, que expressa a melhora da posição do indivíduo no sistema de estratificação social, decorrente da posse de mercadorias tecnológicas. 

II. Grupos de status referentes à hierarquização de pessoas e grupos com base em “estilos de vida” especiais identificados pela posse de certos atributos e bens peculiares que conferem prestígio, honra e distinção social a seus membros. 

III. Reificação, que se refere à iniciativa do homem em atribuir a coisas e objetos inertes características de seres “animados” ou “humanizados”, portadores de propriedades “mágicas”. 

IV. Classes sociais, entendidas como aqueles agrupamentos de pessoas estratificadas de acordo com suas posições nas relações de produção (propriedade, controle e apropriação dos meios de produção). Assinale a alternativa correta. 

a) Somente as afirmativas I e IV são corretas. 
b) Somente as afirmativas II e III são corretas. 
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas. 
d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas. 
e) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.

_____________________________________________________________
(Fuvest-1999) 


a) Considerando os fluxos de circulação marítima e aérea, apresente duas semelhanças e duas diferenças entre eles. 
b) Atualmente, o desenvolvimento das telecomunicações e da informática tem ampliado a importância de fluxos imateriais. 

Dentre esses, analise os fluxos financeiros e compare seus principais pólos com os da rede aérea.

 a) Semelhanças:-em ambas temos os maiores fluxos entre as regiões tidas como desenvolvidas e as principais e mais movimentadas das rotas se da entre a Europa e os E.U.A. Diferenças: o transporte aéreo é mais dependente de centros onde exista um apoio de radares enquanto que o transporte naval é mais independente desses sistemas logísticos e nas rotas navais observamos que elas abrangem regiões tidas como periféricas, segundo às gravuras. 
b) Com o desenvolvimento da informática e das telecomunicações temos observado um dinamismo maior nas relações comercias entre as nações, sobretudo entre as mais desenvolvidas, onde esta tecnologia esta mais presente no cotidiano das pessoas. 


_____________________________________________________________
(Fuvest-2010) 



Com base no mapa e em seus conhecimentos, explique por que 

a) França (A) e Índia (B) ocupam a mesma classe estatística na representação acima sobre as desigualdades na distribuição dos rendimentos. 

b) o Sistema Tributário Nacional contribui para a expressiva desigualdade na distribuição dos rendimentos, no Brasil.

a) França e Índia apresentam a mesma classificação estatística (entre 0,30 e 0,45 do Índice Gini) na representação que destaca as desigualdades na distribuição dos rendimentos. Esse fato decorre da utilização de um indicador estatístico que mede as desigualdades fundamentado em dados econômicos, demonstrando que nos dois países há pequena concentração de rendimentos, apesar de apresentarem grandes diferenças sociais. A França possui um padrão socioeconômico superior ao indiano, no entanto a concentração de renda nas diferentes classes sociais é semelhante nos dois casos. 
b) O Sistema Tributário Nacional contribui para a expressiva desigualdade na distribuição dos rendimentos no Brasil porque, segundo muitos analistas econômicos, a maioria dos impostos pagos pelos contribuintes está embutido nos produtos consumidos, cobrando-se a mesma taxa de todos os consumidores. Esse fato penaliza a população de menor poder aquisitivo, que paga mais impostos em relação à renda se comparada às classes sociais mais abastadas. Outro argumento utilizado para explicar as expressivas desigualdades é a pequena diferenciação nas taxas cobradas no Imposto de Renda, que não discrimina adequadamente as classes sociais em relação ao poder aquisitivo de cada uma. 


_____________________________________________________________
(FUVEST-2010)



 O poder do cidadão, o poder de cada um de nós, limita-se, na esfera política, a tirar um governo de que não gosta e a pôr outro de que talvez venha a se gostar. Nada mais. Mas as grandes decisões são tomadas em uma grande esfera e todos sabemos qual é. As grandes organizações financeiras internacionais, os FMIs, a Organização Mundial do Comércio, os bancos mundiais, tudo isso. Nenhum desses organismos é democrático. E, portanto, como é que podemos falar em democracia, se aqueles que efetivamente governam o mundo não são eleitos democraticamente pelo povo? 

Discurso de José Saramago, disponível em www.revistaforum.com.br. Acessado em 11/09/2009. Na charge acima, o cidadão sentado representa o presidente de um país emergente. Considerando a referida charge, o texto e seus conhecimentos, 

a) caracterize a Nova Ordem Econômica Mundial. 

b) analise a relação entre regime político democrático e neoliberalismo, no mundo atual. 

 a) A Nova Ordem Econômica mundial apresenta características relacionadas à 3ª - Revolução Industrial, na qual o investimento em PeD (Pesquisa e Desenvolvimento) contribuiu para aumentar o distanciamento entre países ricos e pobres, em função da grande necessidade de capital. O avanço tecnológico dos meios de comunicação e informação permitiu o aumento dos fluxos de capital especulativo, o chamado “smart money” (dinheiro esperto), aumentando a dependência dos países, principalmente os emergentes, desse tipo de fluxo. Outra característica da Nova Ordem Econômica seria o fortalecimento de oligopólios para competir de maneira mais eficiente no mundo globalizado. Nesse contexto, as organizações financeiras internacionais se fortalecem, reforçando a expansão de práticas neoliberais. 
b) A democracia política é considerada por muitos como o regime político ideal, por permitir a cada cidadão o direito de escolher seus representantes na esfera política e, em geral, em escala nacional. Porém, à medida que se expande pelo mundo a adoção de práticas neoliberais, que pregam a mínima intervenção do Estado na economia, transferindo para o mercado (em geral controlado por grandes corporações transnacionais) os destinos econômicos, fica evidente que os cidadãos se distanciam cada vez mais das decisões nesse setor. Além disso, o avanço do processo de globalização tem ampliado o poder de organizações internacionais (como FMI e OMC) cujos líderes não são escolhidos por participação direta dos cidadãos. 



_____________________________________________________________
(UNICAMP-2009) Uma tendência marcante no mundo contemporâneo é a formação de organismos regionais, como o Mercosul e a União Européia. Considerando esse fato, responda às questões: 

a) A primeira “onda” de integração regional iniciou-se após a Segunda Guerra Mundial e perdurou até cerca de 1970. Considerando esse período, aponte pelo menos duas organizações que surgiram na América Latina, e comente os resultados dessa integração no subcontinente. 

b) Recentemente, a idéia de “regionalismo aberto” tem sido utilizada para promover a convergência dos diversos acordos regionais existentes, visando também à adesão de novos países ao processo de integração. Neste contexto, quais seriam os principais objetivos almejados pela integração regional?
 


a) Entre a Segunda Guerra Mundial e a década de 1970, surgiram na América Latina organizações como o MCCA (Mercado Comum Centro Americano), o CAN (Comunidade Andina ou Pacto Andino) e a ALALC (Associação LatinoAmericana de Livre Comércio). O resultado dessa integração do subcontinente não foi satisfatório por uma série de fatores, entre os quais a grande dependência econômica em relação aos países centrais (destacadamente os EUA), devido ao baixo nível de industrialização regional, e a grande instabilidade política, marcada por uma série de regimes autoritários e golpes de Estado. 

b) Historicamente, os blocos regionais na América Latina foram sendo criados para buscar semelhanças entre seus países membros. A idéia do “regionalismo aberto” compreende a diluição gradativa das barreiras comerciais e sociopolíticas, visando a uma maior integração regional.




_____________________________________________________________
(UFSCar-2009) Hoje, em Brasília, os presidentes e representantes de países sul-americanos assinaram o tratado que cria a União das Nações Sul-americanas, a Unasul. O documento vai apresentar as principais diretrizes de funcionamento na nova instituição, cuja função será tentar aprofundar a integração regional.


 (Folha On-Line. 23.05.2008. www.folha.com.br/.) 

a) O que é UNASUL e quais blocos já existentes serão integrados com a consolidação deste tratado? 

b) O que se pretende com a UNASUL e quais interesses estratégicos o Brasil tem nessa integração?

a) UNASUL é a sigla da União das Nações SulAmericanas, que reúne 12 países da América do Sul. Sua criação visa a aprofundar as relações político-econômicas e sociais, intensificando a integração regional. Em sua formação estão inseridos os blocos regionais Mercosul e Pacto Andino. 

b) Com a formação da UNASUL, pretende-se intensificar as relações regionais: seus principais objetivos estão centrados em uma coordenação política, econômica e social (levando-se em consideração os avanços nas áreas energéticas, de telecomunicação, ciências, educação) e em suas relações financeiras. Para o Brasil, essa integração significa a possibilidade de, além de intensificar suas relações econômicas no contexto da América do Sul, também a de se projetar como uma das lideranças geopolíticas nesse continente.
_____________________________________________________________

(FGV - SP-2010) O mapa a seguir apresenta as principais regiões industriais e as rotas comerciais da Bacia do Pacífico.

Fonte: CHALIAND, Gérard e RAGEAU, Jean-Pierre. Atlas strategique. Paris: Complexe, 1994 

a) Avalie a importância dessas rotas comerciais na estruturação geoeconômica do mundo atual. 

b) Diferencie o perfil produtivo das zonas industriais situadas no litoral chinês (Zonas Econômicas Especiais - ZEE) em relação às localizadas na região de São Francisco a Los Angeles, nos Estados Unidos. 

c) O que o Brasil tem feito para neutralizar seu relativo isolamento em relação às rotas comerciais da Bacia do Pacífico? 

 a) Nas rotas comerciais apontadas no mapa realiza-se mais da metade das transações comercias do mundo atual, que envolvem duas das grandes potências (Estados Unidos e Japão) e alguns dos mais importantes países emergentes. Só rivalizam com elas as rotas comerciais que cortam o Atlântico Norte, interligando a Europa à América do Norte e essas duas regiões ao Oriente Médio. O crescimento das transações comerciais entre os países da Bacia do Pacífico fez com que alguns estrategistas afirmassem que o século XXI seria o século do Pacífico. Dentro da estrutura geoeconômica do mundo atual, em que países emergentes como a China, Índia e Tigres Asiáticos têm umaparticipação crescente no comércio internacional, a importância dessas rotas tende a aumentar rapidamente.

 b) As zonas industriais situadas no litoral da China (ZEEs) surgiram e se desenvolveram nas três últimas décadas como parte do programa de inserção do país no cenário internacional. Com a abertura a investimentos internacionais, essas regiões assistiram a um acelerado crescimento de empresas estatais e transnacionais que, usando a abundante mão de obra local, transformaram o país em uma plataforma de exportação. Nos últimos anos, como fruto do acúmulo de capitais e dos investimentos em tecnologia, a China está ingressando em uma nova etapa do processo produtivo, procurando espaço no mercado mundial de produtos de maior valor agregado. As zonas industriais de São Francisco e Los Angeles são muito mais antigas. Após a Segunda Guerra Mundial tiveram a sua produção acelerada e foram transformadas em áreas de indústrias estratégicas, com elevado uso de tecnologia de ponta, como a aeronáutica, informática, naval e bélica. Ao contrário do que ocorre na China, essas regiões cresceram assentadas no mercado interno, embora na última década as exportações regionais estejam crescendo de forma significativa. 

c) Dentre as medidas que visam neutralizar o relativo isolamento do Brasil das rotas comerciais da Bacia do Pacífico, destacam-se a adoção política externa voltada para o estreitamento das relações comerciais com países dessa região, especialmente com a China, e investimentos na criação de novas rotas terrestres que facilitem o escoamento de suas produções para o Pacífico, por meio da construção de vias de circulação em parceria com seus vizinhos sul-americanos, como o Peru e o Chile. Essas medidas do governo brasileiro devem-se em parte ao fato de o Canal do Panamá estar saturado pelo excesso de circulação de navios e à dificuldade de navegação pelo Canal de Beagle. 


_____________________________________________________________
 (UFRJ-1999) 

Aproximadamente 20% da população mundial vive na China sob o regime comunista. . No entanto, no território do Estado chinês existem regiões e cidades que adotam práticas capitalistas. . Em meados de 1997, Hong Kong, um dos maiores centros financeiros mundiais, voltou ao controle do Estado chinês, sem alterar sua condição econômica anterior. 

Apresente duas razões para que a China mantenha práticas capitalistas em algumas áreas do seu território. 


 Necessidade de manter relações comercias com países capitalistas e a oportunidade de fazer experiências com uma economia de mercado.


_____________________________________________________________
(UFSCar-2001) No bojo da Globalização, entendida como processo de constituição de uma economia-mundo, o surgimento das empresas transnacionais representa a (re)construção de múltiplos espaços em escala planetária. 


a) Cite quatro países-sedes de empresas transnacionais. 
b) Apresente três estratégias de atuação das transnacionais.



a) Estados Unidos, Japão, Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Canadá, entre outros. 

b) A estratégia das transnacionais atualmente consiste em instalar suas subsidiárias em países onde encontrem: • menores riscos políticos e econômicos; • facilidades para entrada e saída de capitais; • mão-de-obra mais barata que em seus países de origem; • leis ambientais flexíveis; • mercado consumidor em potencial. 

_____________________________________________________________
(UFRJ-1999) A inserção do continente africano, em especial da porção subsaariana, na economia-mundo caracterizou-se pelo desempenho de diferentes papéis exercidos pela África na Divisão Internacional do Trabalho em cada uma das fases do desenvolvimento do capitalismo. 

a) Caracterize e justifique a posição social e econômica do continente africano na Nova Ordem Mundial. 

b) Explique, em linhas gerais, a relação entre o processo de colonização ocorrido no continente africano e o grande número de conflitos que se propagam na região. 

c) Caracterize a posição geopolítica desse continente no contexto mundial em dois períodos: durante o predomínio do antagonismo entre Estados Unidos e União Soviética; e depois do final da Guerra Fria. 

 a) Dentro da Nova Ordem Mundial, o continente africano foi relegado a uma posição secundária na Divisão Internacional do Trabalho. Com a ampliação do uso das tecnologias de ponta, a aceleração das transações financeiras e o crescente poder das transnacionais, as relações comerciais baseadas nas trocas simples tiveram sua participação reduzida no total das transações comerciais do mundo. Com isso as regiões mais atrasadas, como a maior parte dos países da África, que dependiam essencialmente das exportações de produtos primários, em sua maior parte de baixo valor e com muitos produtores, ficaram em possa„o fragilizada, com reduzida capacidade de influência no cenário mundial. Dentro da Nova Ordem Internacional, além dos pólos tradicionais de recepção dos maiores investimentos, localizados nos países desenvolvidos, surgiram excelentes oportunidades dentro dos países emergentes, o que reduziu a já pequena parcela de capitais que a África recebia. As consequências sociais dessa situação foram a ampliação dos surtos de fome, a disseminação de doenças de massa, em especial a AIDS, e a ampliação da pobreza em geral. 

b) Durante o processo de colonização, em especial após a Revolução Industrial, o continente africano foi ocupado pelas potências europeias. Para organizar essa ocupação foi realizado o Congresso de Berlim (novembro de 1884 a fevereiro de 1885) com a participação de Portugal, Alemanha, Reino Unido, França, Espanha, Itália, Países Baixos, Estados Unidos, Dinamarca, Suécia, Império Otomano e Império Áustro-Húngaro. Nesse encontro foram demarcadas as áreas de ocupação e estabelecidas as regras de ocupação futura do continente. Essa demarcação n„o obedeceu às fronteiras étnicas e políticas existentes entre as centenas de reinos, tribos e clãs que havia no continente, o que viria a gerar grandes dificuldades políticas e administrativas. Grande parte das dezenas de conflitos e guerras originados após a onda de independências pela qual o continente passou posteriormente à Segunda Guerra Mundial tiveram como base problemas étnicos. 

c) Durante o período da Guerra Fria (1945-1991), quando o antagonismo entre os Estados Unidos e a União Soviética formava a base do cenário geopolítico mundial, a África ainda recebia alguma atenção. Os Estados Unidos procuravam ampliar a sua influência sobre diversas partes do continente, em substituição à fraca presença das antigas metrópoles europeias, enquanto a União Soviética fazia o mesmo, por meio de ajuda financeira e militar a países que tentavam experiências socialistas, como Angola e Moçambique, dentre outros. Acabada a Guerra Fria, com o deslocamento do eixo de conflitos do campo políticoideológico para o campo econômico, o continente perdeu importância, sendo relegado a segundo plano na ordem internacional.

_____________________________________________________________
(Vunesp-2000) A globalização refere-se à aceleração do processo de internacionalização econômica promovendo interrelações entre as diferentes partes do mundo. Os modernos meios de comunicação e transportes diminuem a distância física entre os lugares e o planeta parece ficar cada vez menor. Blocos econômicos supranacionais são criados e fortalecidos, atuando de maneira conjunta no mercado internacional. Esta interdependência, porém, já mostra seus efeitos negativos, como se observa na figura que representa a taxa de crescimento do PIB latinoamericano nos anos de 1987 e 1998. 

a) Como a globalização pode gerar conseqüências negativas para um determinado grupo de países? 

b) Identifique duas possíveis causas que explicam a diminuição da taxa de crescimento do PIB latinoamericano em 1998.

 a) Com carência de capitais, ausência de uma mão-deobra melhor preparada e um desenvolvimento técnicocientífico muito mais limitado, esses países possuem estruturas socioeconômicas pouco preparadas para participar, com eficiência, do processo de internacionalização da economia. Assim, em função de suas deficiências estruturais e da enorme distância que suas economias apresentam em relação às economias mais avançadas do mundo, este grupo de países se vê na impossibilidade de concorrência em escala global, o que provoca efeitos negativos, tais como a diminuição das taxas de crescimento dos seus PIBs, acompanhada de efeitos subseqüentes como o aumento do desemprego e do subemprego, e o agravamento dos indicadores de seus quadros sociais..

b) Cada vez mais dependentes dos fluxos internacionais de capitais, os países latino-americanos são obrigados a realizar ajustes estruturais em suas economias, com o intuito de evitar grandes déficits em suas balanças de pagamento e, assim, dentro de um cenário de relativa estabilidade dos seus indicadores macro-econômicos, atrair recursos de capital do estrangeiro. Contudo, a implementação desses ajustes caracteriza-se por: forte abertura comercial, programas de privatização; extrema necessidade de controle da inflação, sustentada por uma política monetária de juros elevados e de restrição ao crédito. 

_____________________________________________________________

(UNICAMP-2008) “De 1998 para cá, o preço do petróleo foi multiplicado por sete. A procura pelo produto, com o vigoroso crescimento mundial, aproximou-se da capacidade de produção (...) Há um surto na procura pela commodity, em contraste com a baixa capacidade de expansão rápida da oferta.” 
(Folha de S. Paulo, editorial: Petróleo nas Alturas, 22/10/07, p. A2) 

a) O que é uma commodity? 
b) Quais as principais razões do aumento da demanda por petróleo em período recente?

a) Qualquer bem, geralmente primário (de origem agropecuária ou de extração vegetal ou mineral), que é produzido em larga escala mundial e geralmente tem baixo valor agregado. Sua especificação é estabelecida em acordos de comercialização e apresenta características físicas homogêneas, passíveis de padronização. O seu preço é determinado pela oferta e procura internacional. Por exemplo: ferro, soja, café e petróleo. 

b) Há um crescimento da economia mundial (que tem os hidrocarbonetos como base energética); há países emergentes, como a China, que consomem grande quantidade de petróleo; há longa maturação dos investimentos nessa área para o aumento de produção nas áreas descobertas/produtoras; há queda nas reservas de petróleo, principalmente nos EUA, o maior consumidor; há o temor da ampliação de conflitos no Oriente Médio, importante região produtora. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...