Mostrando postagens com marcador Curiosidades Geográficas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Curiosidades Geográficas. Mostrar todas as postagens

domingo, 22 de abril de 2018

A EVOLUÇÃO DO INVENTÁRIO DE GUERRA DE UM SOLDADO

   As fotografias a seguir foram feitas por Thom Atkninson e revelam a transformação dos equipamentos de um soldado inglês ao logo dos séculos, acompanhando as tecnologias de cada época.

1066 - Soldado huscarl: Batalha de Hastings

1244 - Cavaleiro: Cerco de Jerusalém

1415 - Arqueiro: Batalha de Angicourt

1485 - Milícia de York: Batalha de Bosworth

1588 - Soldado armado com arcabuz: Tilbury

1645 - Mosqueteiros: Batalha de Naseby 

1709 - Soldado raso: Batalha de Malplaquet

1815 - Soldado raso: Batalha de Waterloo

1854 - Soldado raso, brigada de rifles: Batalha de Alma

1916 - Soldado raso: Batalha de Somme (Primeira Guerra Mundial)

1944 - Paraquedista: Batalha de Arnhem (Segunda Guerra Mundial)

1982 - Comando da Marinha Real: Guerra das Malvinas

2014 - Engenheiros Reais

   A evolução da tecnologia é um importante fator de modernização da guerra. Isto fica evidente com esta série de fotos. Por exemplo: o rifle de ferrolho foi substituído por fuzis de assalto com mira a laser e túnicas de lã substituídas por coletes de Kevlar. O que não mudou foram os objetivos das guerras, infelizmente.

Fonte: BlazePress

segunda-feira, 16 de abril de 2018

VESÚVIO ANTES E DEPOIS DA ERUPÇÃO DE 79 D.C.



Comparação hipotética da estrutura morfológica vulcânica da soma-Vesúvio antes e depois da erupção de 79 D.C. pelo post de Vicente marasco, iconografia vesuviana de gennaro Regina. A sua forma no momento da erupção pode ser colocada com base nos restos das encostas da soma. Estrabão, vivido de 63 A.C. a 19 d. C., descreve o vulcão como um monte rodeado de belas campanhas, excepto no topo, em grande parte plana, estéril e cheia de cavernas. Lúcio Aneu Floro (98-138) e outros autores (velleio patérculo, primeira metade do os d.c.; Plutarco, 47-127) que contaram a fuga de spartacus no Vesúvio (73-71 A.C.), não falam de um duplo topo Ou de um cone fechado dentro de outro, mas dão-lhe uma descrição muito próxima da de estrabão. Mesmo as poucas imagens que talvez retratam o vesúvio de então, um fresco de Pompeia conservado no museu de Nápoles e um de Herculano desaparecido, representam apenas uma montanha. 

domingo, 15 de abril de 2018

MICHAEL GEÓGRAFO JORDAN


Michael Jordan é formado em GEOGRAFIA CULTURAL pela Universidade da Carolina do Norte. 

ARMAS QUÍMICAS NA SÍRIA


Utilizou e até hoje não pagou por isso, como diz no filme O VENENO ESTÁ NA MESA.
" A Monsanto repassa a fatura para o governo Norte Americano que entrega a fatura a Deus"

Ps: Tanto o Agente Laranja como o Napalm não são considerados. Mas cá entre nós, será que não são considerados porque foi os EUA quem utilizou?

Fonte: https://goo.gl/VDk6jK

sexta-feira, 16 de março de 2018

ENCHENTE E INUNDAÇÃO




As cheias, ou enchentes, são as vazões que elevam os níveis de água em um corpo d’água (rios, lagos, lagoas, etc.), até o limite da capacidade de drenagem de sua calha. A inundação, por sua vez, é o transbordamento da calha do corpo hídrico pelas vazões que excedem sua capacidade de drenagem, acarretando submersão das áreas contíguas, chamadas de várzeas de inundação. Os problemas decorrentes das cheias e inundações dependem da magnitude e frequência com que ocorrem e do grau de ocupação das várzeas pela população.

Fonte: ANA

domingo, 11 de fevereiro de 2018

ÁRVORE GENEALÓGICA DA FAMÍLIA KIM


Lembrando que:

 Kim Jong-nam, foi assassinado em fevereiro do ano passado com um agente químico na Malásia.

- Kim Jong-chol foi desconsiderado na sucessão pelo seu pai, que o considerava “afeminado” demais.

Fonte: El País

domingo, 4 de fevereiro de 2018

SUBSIDÊNCIA

SUBSIDÊNCIA : Processo de rebaixamento vertical da superfície terrestre seja ele por motivos naturais ou antrópicos. 



sábado, 3 de fevereiro de 2018

ESPRAIAMENTO URBANO


Espraiamento (urban sprawl) é o termo usado para a expansão horizontal das cidades, ou espalhamento, muito antes de atingir uma densidade demográfica ideal nas áreas já consolidadas. É assim que nascem os bairros-dormitório, que surgem a uma maior distância do centro do que o resto da cidade. Futuramente, esses bairros podem até se tornar cidades-dormitório.
Nos anos 60 e 70, as periferias dos grandes centros urbanos brasileiros cresceram de forma descontrolada, expandindo o tecido urbano. É lá que foram morar os mais pobres, longe de seus empregos e muitas vezes em áreas de risco à ocupação. Isso gera uma grande demanda por serviços, que ficam sem atendimento. Quando as áreas centrais valorizam demais, o preço do metro quadrado fica caro para a população mais pobre, que busca novos espaços.
Em cidades grandes, é comum que pessoas que atingem um certo poder aquisitivo se mudem de suas casas na cidade para bairro distantes, fora da malha urbana, em condomínios onde antes era uma zona rural. Esses condomínios garantem sossego, mas contribuem para  o crescimento horizontal que pode ser danoso ao equilíbrio da cidade, uma vez que gera grandes deslocamentos em áreas de poucos serviços públicos e estimula a mobilidade individual.
Tanto a verticalização, quanto o espraiamento de uma cidade podem ser vantajosos ou onerosos, dependendo da origem do fenômeno, sua velocidade, seu controle e principalmente sua contribuição para a dinâmica da cidade. A maneira como a cidade é planejada, tanto urbanisticamente quanto em sua mobilidade, tem impacto direto nesses dois fenômenos. Veja aqui outros termos arquitetônicos explicados em nosso glossário.

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

TRANSPORTE DE CAMINHÕES EM TRENS

      Conhecida como "estrada de rolamento" é uma forma diferente de transporte, em que caminhões carregados são transportados em vagões especiais, geralmente acompanhados pelos caminhoneiros, que viajam em um vagão de passageiros. 

     
     As manobras dos caminhões para os trens são feitas através de uma rampa não sendo necessário um guindaste. 

trucks_on_rails_05

Por que utilizar essa forma de transporte ?

-  Economia de combustível e pedágios
-  Reduz o tempo de viagem
-  A entrega é feita no prazo.
-  Evita engarrafamentos
-  Os motoristas podem cumprir o tempo de descanso legalmente exigidos, sem interromper o transporte. 
-  Evita que a carga fique parada em regiões com horários para o trafego de determinados tipos de caminhões. 
-   Diminuem os acidentes e danos nas estradas

     
      Este tipo de transporte é muito utilizado na Europa.

CONFIRA O VÍDEO ABAIXO:


Fonte: Living Rail

BELAS CURVAS


segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

ESTA ESFERA DE VIDRO PODE REVOLUCIONAR A ENERGIA SOLAR NA TERRA

     Todos nós sabemos que o sol é a maior fonte de energia sustentável disponíveis na Terra, porém ainda não utilizamos todo seu potencial. A maioria dos painéis fotovoltaicos em todo o mundo tem um desempenho de apenas 15% ou menos, e se esses painéis não estiverem seguindo o movimento do sol no céu, eles estão perdendo ainda mais poder ao longo do ano. A energia solar ainda não é tão eficaz como deveria ser. 

    Andre Broessel, um arquitecto alemão que vive em Barcelona, ​​tem a solução. Ele quer "espremer mais suco do sol." É por isso que ele criou Rawlemon.

ds 0 - https://www.facebook.com/diplyofficial
Está vendo esta bola de cristal? Ela poderia ser a resposta para todos os nossos problemas de energia solar.

ds 0 - https://www.facebook.com/diplyofficial
     Através da combinação de diretores e sua geometria esférica com seu sistema de rastreamento de eixo duplo, Rawlemon gera o dobro do rendimento de um painel solar convencional quando ambos são colocados na vertical . Além disso, Rawlemon é capaz de reduzir a superfície da célula para 1%, de modo que pode caber mais células em uma área menor, e uma grande vantagem é que Rawlemon pode concentrar essa energia, assim produzindo energia mais sustentável e de baixo custo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...